Mulheres no terror e no suspense

Escrevi o texto a seguir no início de 2016 para um zine que não chegou a ser publicado. Ele estava engavetado, até que resolvi mudar algumas coisas e postar no blog. Já abordei o assunto neste post.

Quando falamos de literatura de horror, quais os primeiros nomes que nos vêm à cabeça? Edgar Allan Poe? H.P. Lovecraft? Stephen King? Assim como na ficção científica, os nomes de autores homens são sempre destaque, mas isso não significa que as mulheres não publiquem esse gênero. O mercado editorial ainda é muito fechado para mulheres, e ainda há o mito de que mulheres só escrevem romances açucarados.

Ann Radcliffe foi uma escritora inglesa e é considerada a pioneira do chamado romance gótico. Em 1794 ela publicou Os Mistérios de Udolpho, que trata de manifestações sobrenaturais em um castelo sombrio. Essa obra é uma das inaugurais do terror e também serviu de inspiração para Northanger Abbey de Jane Austen.

Frankenstein, publicado em 1818 por Mary Shelley, pode ser considerado a obra inaugural da ficção científica. Sua Criatura, erroneamente chamada de Frankenstein (em momento algum ela se refere a ele dessa forma, Victor Frankenstein é o nome do cientista), foi imortalizada pelo filme de 1931 da Universal e hoje faz parte da cultura popular. Já em 1847, Emily Brontë publica seu único romance, O Morro dos Ventos Uivantes, que possui alguns elementos do romance gótico.

A sueca Selma Lagerlöf publicou em 1912 a novela Körkarlen, no qual um homem bêbado numa noite de ano novo se vê diante de uma carruagem fantasmagórica. Há uma adaptação para o cinema de 1921, dirigida por  Victor Sjöström, que leva o nome de A Carruagem Fantasma. Vale destacar que Lagerlöf foi a primeira mulher a receber o prêmio Nobel de Literatura.

Daphne du Maurier, nascida em 1907, foi autora de grandes obras de terror. Entre eles temos o conto Os Pássaros e o romance Rebecca, ambos adaptados por Hitchcock para o cinema. Shirley Jackson também foi uma importante autora do gênero. Uma de suas principais obras, A Assombração da Casa da Colina, já foi adaptada para o cinema duas vezes. Outra obra da autora, Sempre vivemos no castelo, foi publicada no Brasil neste ano pela Suma de Letras.

Susan Hill publicou em 1983 uma novela de horror chamada A Mulher de Preto, que segue o tradicional estilo gótico. Em 1990, a americana Valerie Martin publicou a obra Mary Reilly, inspirada por O Estranho Caso do Dr. Jekyll e Sr. Hyde de Robert Louis Stevenson. O livro é narrado sob a perspectiva de Mary, empregada de Dr. Jekyll. Também ganhou adaptação para o cinema, com Julia Roberts no papel principal.

Drácula de Bram Stoker talvez seja o mais conhecido livro sobre vampiros, mas Anne Rice foi uma das responsáveis por reviver o gênero. Com o lançamento de Entrevista com o Vampiro em 1976, ela deu início à saga chamada As Crônicas Vampirescas, tendo o vampiro Lestat como protagonista. Em 2005, Elizabeth Kostova publicou o livro O Historiador, que tem como pano de fundo as lendas e ligações entre Vlad Tepes e Drácula.

Entre as autoras contemporâneas, temos a irlandesa Caitlín R. Kiernan com A Menina Submersa. O livro foi elogiado por ninguém menos do que Neil Gaiman. Já a australiana Evie Wyld publicou em 2013 o livro Onde Cantam os Pássaros. E no Brasil temos Verena Cavalcante (entrevistei a autora aqui), com seu livro de estreia Larva, uma coletânea de contos de terror narrados por crianças.

Saindo um pouco do terror, mas ainda no clima de suspense, temos duas escritoras que são ícones do romance policial: Agatha Christie e Patricia Highsmith. Agatha Christie foi a grande escritora do gênero, com diversos livros traduzidos pelo mundo afora, além de diversas adaptações para o cinema. Já Patricia Highsmith foi a criadora dos ótimos O Talentoso Ripley e Pacto Sinistro.

Essas são apenas algumas das ótimas escritoras de terror e suspense que temos publicadas aqui no Brasil. Mulheres, assim como homens, são criadoras de todo e qualquer gênero, apenas não possuem o devido espaço no mercado editoral. Esperamos que mais escritoras desses gêneros sejam publicadas por aqui.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s